sábado, 23 de fevereiro de 2013

um tempo que preza por não ter tempo, por não ter prontidão. um tempo denominado atemporal. um tempo que flui sem pressa; que não se deixa vencer pelo atrito e vai seguindo em seu rumo. um rumo não pré-estabelecido. um rumo incerto. um rumo em construção. mas me deixa! me deixa no meu trem! os passageiros que carrego ao meu lado são todos amigos de datas. meu tempo e meu rumo seguem comigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário