sábado, 23 de abril de 2011

eu perco o chão, eu não acho as palavras, eu ando tão triste, eu ando pela sala...
onde será que você está agora...

Um comentário: