sábado, 18 de setembro de 2010

to L.

Peço desculpas. Peço desculpas pelo meu egoísmo, porque é isso que eu fui, egoísta. Considerei apenas meus sentimentos, dei valor ao meu ponto de vista e fiquei cega quando era para enxergar o seu lado.
Eu não queria que tivesse sido assim, que tudo estivesse indo por água abaixo para percebermos que não dá mais. Não dá pra ficar parada vendo que tudo que você mais considera, tudo que é mais importante está indo embora de vez. Não quero que tudo fique por um fio, que as nossas conversas sejam evasivas. E eu não quero ficar parada esperando que o tempo volte ou que eu acorde dessa realidade que não faz sentido algum.
Então eu juro que vou voltar a fazer minha parte. Vou esquecer todas as coisas ruins e todas as decepções. Não vale a pena me basear nessas coisas pra sempre.
Tudo vai voltar a ser como era quando nós caminhávamos à noite, quando comíamos torrada com requeijão, quando assistíamos Dexter, quando fumávamos, quando você estava aqui. Não há coisa mais preciosa que esses momentos.
Eu quero olhar nos seus olhos novamente e poder dizer tudo que você está sentindo.
Por isso peço para que você volte também. Volte para o seu porto seguro.


"Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro." Te amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário